Como enfrentar o desafio do bem-estar financeiro

Este é um momento chave para a consolidação do conceito de bem-estar financeiro e propício para adoção de uma estratégia que estimule os colaboradores a participar de atividades de educação financeira e previdenciária.

Se não estivéssemos no meio de uma pandemia, o tema, por si só, já seria muito importante.  Como estamos vendo o mundo passar por grandes mudanças em função do Novo Coronavírus, a preocupação com a segurança financeira assume um protagonismo irreversível.

Some-se a esta realidade o nível de endividamento da população brasileira. Segundo a Confederação Nacional do Comércio de Bens, Serviços e Turismo (CNC), 62,3% das famílias brasileiras estão endividadas, maior nível desde setembro de 2015.

A pesquisa global Saudável, Próspero e Produtivo no Trabalho, da Mercer, realizada em 11 países, com mais de 7 mil participantes, apresenta dados relevantes e descreve ações potenciais para melhorar a segurança financeira, com descobertas importantes.

  • 75% dos adultos não terão dinheiro suficiente para se aposentar;
  • 68% esperam continuar trabalhando de alguma forma ou nunca se aposentar;
  • 85% dos adultos sentem-se pessoalmente responsáveis pela renda de sua aposentadoria, embora muitos não tomem as ações necessárias;
  •  79% dos entrevistados afirmam que confiam nos empregadores para conselhos bons e independentes sobre planejamento, poupança e investimento, e para negociar taxas;
  • Indivíduos, empregadores e governos devem trabalhar juntos para assegurar a segurança financeira para todos.

O estudo também revela que o estresse da segurança financeira afeta todas as idades e níveis da força de trabalho. A saúde pessoal e a incapacidade de poupar o suficiente para a aposentadoria vem logo em seguida na lista de preocupações dos empregados. E esse stress afeta a produtividade.

Nesse cenário, o papel das organizações cresce quando o assunto é bem-estar financeiro. Como ficou demonstrado nos resultados do estudo, os funcionários têm um alto grau de confiança nos conselhos dos empregadores sobre planejamento, poupança e investimentos para a aposentadoria. É uma oportunidade para as empresas melhorarem a experiência dos funcionários e ajudá-los a atingir maior segurança financeira, gerando menos stress e mais produtividade.

A experiência da Mauá Prev ajudando seus participantes a construir o futuro

Lançada em 1991, a Mauá Prev é uma entidade fechada de previdência complementar (EFPC) que administra os planos de previdência de seis patrocinadoras — todas empresas multinacionais. Hoje, são 5.400 participantes, com um patrimônio em torno de R$ 400 milhões. A finalidade principal da entidade é proporcionar um programa de benefícios complementares aos empregados das empresas patrocinadoras e aos seus beneficiários.

A entidade não exige que os participantes definam um perfil de investidor, em parte por conta do nível de escolaridade dos empregados e da falta de conhecimento aprofundado do mercado financeiro, fatores que poderiam gerar escolhas equivocadas. Assim, a Mauá Prev assume a responsabilidade integral pela estruturação da carteira de investimentos, ao mesmo tempo que atua para prepará-los para que em breve desenvolvam a capacidade de fazer as próprias escolhas.

A comunicação é outro fator prioritário, com uma recente mudança de rota, incluindo, por exemplo a adesão às redes sociais, como Instagram e LinkedIn, com o objetivo de estar mais próximo dos participantes, menos para falar de regras ou obrigações e mais para mostrar como é importante a educação financeira e previdenciária. A estratégia online contempla dicas de orçamento familiar, informações sobre gastos de curto, médio e longo prazos e como fazer um empréstimo consciente. Este tipo de abordagem é válido principalmente para os jovens que estão em uma fase de construção de patrimônio, na qual o conceito de poupança é fundamental.

Embora esteja atenta a estes novos canais digitais, a Mauá Prev também valoriza o contato pessoal com os participantes. A conversa olho no olho nas visitas feitas às unidades das empresas patrocinadoras é sempre positiva, considerando, claro, as limitações provocadas pela pandemia da COVID-19. Este trabalho de explicar a necessidade de um plano de previdência complementar aumenta a adesão ao plano, independente se o indivíduo vai tomar esta decisão no momento ou mais tarde. O mais importante é que o participante tenha a percepção do quanto a previdência é importante para o futuro dele.

Como ajudamos a Mauá Prev

A Mauá Prev se preocupa que os participantes assimilem os conceitos de educação financeira e previdenciária de uma forma natural, além de valorizar a proximidade com o público das empresas patrocinadoras. Com base nestes requisitos, buscou a parceria da Mercer, que está apoiando a estratégia adotada. 

Com este trabalho a quatro mãos, baseado em inovação e tecnologia, tem sido possível colocar em prática uma comunicação mais eficiente, inclusive com acesso a um portal que mostra aos participantes, de forma transparente, os diversos aspectos do plano de previdência complementar. O resultado desta abordagem mais assertiva pode ser percebido pelo aumento do número de adesões pelo site.

A entidade tem conseguido solidificar, junto aos seus participantes, os conceitos de educação financeira e previdenciária, estimulando a compreensão da importância do investimento para um futuro melhor.

Confira o vídeo de Andrea Barreto, diretora da Mauá Prev, contando um pouco mais sobre as ações da entidade na busca do bem-estar financeiro dos participantes. 

Guilherme Gazzoni
Guilherme Gazzoni
Líder de Desenvolvimento de Produtos de Wealth | Mercer Brasil