As oportunidades únicas da África em uma era de disrupção

As oportunidades únicas da África em uma era de disrupção

Our Thinking / Voice on Growth /

As oportunidades únicas da África em uma era de disrupção
Veja também:
Calendar20 Dezembro 2018

Um continente de nações diferentes

Enquanto o mundo adota uma economia compartilhada sob demanda, muitos países da África continuam a se debater com uma velha e arraigada ordem mundial. Na verdade, muitos países da África preferem aquilo a que estão acostumados em detrimento da mudança. Essa mentalidade prolonga a influência de questões antigas, tradicionais, que impedem o avanço de políticas trabalhistas na África e afetam o continente em todos os níveis, do político e econômico ao cultural e legislativo.

É interessante observar que as políticas legislativas e a cultura de nacionalidades e países isolados configuram fatores importantes, tais como a remuneração de funcionários e estruturas de recompensa. Em toda a África existem duas estruturas de pagamento distintas: a francófona (que envolve diversas ajudas de custo pagas em dinheiro)

Se compararmos a Nigéria ao Quênia, por exemplo, as estruturas de pagamento são substancialmente diferentes. O estilo francófono do mercado nigeriano exige diferentes ajudas de custo e remunerações com base nas práticas existentes e nas expectativas dos funcionários, mesmo que o país tenha tentado implementar uma legislação que consolidaria a remuneração por meio de uma estrutura baseada em vantagens tributárias. O Quênia, ao contrário, oferece poucas ajudas de custo em dinheiro e pode ser caracterizado como anglófono por natureza, com salários e outros benefícios consolidados.

Mercado de trabalho na África

Como a disrupção afetará o mercado de trabalho na África? Em última análise, é vital para os empregadores levar em consideração as nuances culturais para contratar de modo a alinhar seus interesses aos dos funcionários. De acordo com nosso estudo “Tendências de Talento 2018”, a opção por incorporar um propósito mais elevado à Proposta de Valor para os Funcionários (EVP) deslancha o potencial individual e estimula as pessoas a agirem como agentes de mudança. Para encontrar um propósito, os funcionários anseiam por desenvolvimento profissional, oportunidades de aprendizado e experiência. Caso não vivenciem tais forças motivadoras, optarão por buscar inspiração em outro lugar. Na verdade, 39% dos funcionários sul-africanos satisfeitos com seus empregos atuais planejam sair da empresa por perceberem uma carência de oportunidades de crescimento e oportunidade para suas carreiras.

  Fale com um consultor Mercer
Estamos ansiosos para falar com você. Por favor, forneça os dados abaixo.
*Campo Obrigatório