A Iniciativa da Grande Área da Baía: Conectando uma Região Por Meio de Interesses Compartilhados

A Iniciativa da Grande Área da Baía: Conectando uma Região Por Meio de Interesses Compartilhados

Our Thinking / Voice on Growth Economies /

A Iniciativa da Grande Área da Baía: Conectando uma Região Por Meio de Interesses Compartilhados
Veja também:
Calendar27 Dezembro 2018

Alinhando Diferenças Culturais e Econômicas

Convencer cada um dos 11 municípios da GAB a perseguir os objetivos comerciais regionais, enquanto prioriza o bem-estar do grupo coletivo, exigirá uma governança experiente e diplomática. Haverá obstáculos para alinhar as complexidades legais, econômicas, técnicas, de força de trabalho e geográficas da iniciativa.2 As empresas na região da GAB devem estar abertas ao pensamento inovador. Líderes e formuladores de políticas devem explorar uma variedade de estratégias e modelos de negócios, desde joint ventures e parcerias estratégicas até fusões e aquisições. Cada região deve abraçar essas questões com foco no sucesso a longo prazo.

O escopo de cooperação e transparência exigido pela GAB é enorme. A estrutura abrangente garante que haverá mecanismos adequados para solucionar disputas em tudo, desde legalidades de imigração da força de trabalho e políticas ambientais até padrões operacionais e de referência de desenvolvimento de projetos. No entanto, hoje, esse relacionamento complexo é em grande parte teórico, pois muitas empresas de toda a região da GAB continuam navegando em diferenças culturais, regulatórias e operacionais. Levará tempo para integrar os principais processos que afetam diretamente os talentos internacionais. Por exemplo, às vezes, os funcionários do Continente que trabalham em Hong Kong estão presos em Shenzhen ou Guangzhou durante dias ou mesmo semanas, à espera de extensões de visto. Exemplos como esses demonstram o papel que o capital humano desempenha no sucesso da Iniciativa GAB. Em última análise, será fundamental descobrir como gerenciar o capital humano através das fronteiras e culturas.

Para lidar com essas realidades, muitas empresas multinacionais estão cada vez mais contratando graduados do continente que estudaram nas universidades de Hong Kong. Esses graduados estão familiarizados com as culturas em ambos os mercados, tornando-os adequados para trabalhar em tarefas relacionadas à GAB. Além disso, muitas empresas estão trabalhando ativamente para gerenciar a interrupção causada por políticas entrincheiradas, mas díspares: diferenças de salários, regimes fiscais, benefícios médicos e a qualidade da educação disponível para os empregados e suas famílias. Uma distribuição justa de salários e oportunidades é essencial para garantir a livre circulação de talentos na região GAB.

  Fale com um consultor Mercer
Estamos ansiosos para falar com você. Por favor, forneça os dados abaixo.
*Campo Obrigatório