Aplicando a Economia Comportamental para Intervenções de saúde e benefícios

Our Thinking / Voice on Growth Economies /

Aplicando a Economia Comportamental para Intervenções de Saúde e Benefícios
Veja também:
Calendar12 Julho 2017

Nossos comportamentos afetam nossa saúde: Doenças evitáveis como doenças cardiovasculares, certos tipos de câncer, distúrbios respiratórios crônicos e diabetes representam 70% das mortes no mundo todo. [1] Essas doenças são em grande parte resultado de escolhas de estilo de vida.

 

Os empregadores estão buscando soluções que ajudem a manter sua força de trabalho saudável, e a economia comportamental pode fornecer essa resposta. A economia comportamental é um campo interdisciplinar que explora os efeitos de fatores psicológicos, sociais, cognitivos e emocionais sobre as decisões que tomamos. Quando aplicados no contexto de benefícios de saúde, os princípios da economia comportamental podem ajudar os indivíduos a fazerem melhores escolhas de estilo de vida e podem incentivá-los a adotar comportamentos mais saudáveis.

Em nosso ultimo artigo de reflexão, exploramos como a economia comportamental pode ajudar a moldar a forma como os empregados interagem com seus benefícios para melhor, ajudando as organizações e suas pessoas a criarem uma mudança sustentável de comportamento e alcançarem suas metas de gestão de saúde.

[1] World Health Organization, “The Top 10 Causes of Death,” January 2017, available at http://www.who.int/mediacentre/factsheets/fs310/en/.

BAIXE O APLICATIVO

  Saiba mais
Preencha o formulário para acessar o artigo completo.
*Campo Obrigatório