A transformação digital no RH

A transformação digital no RH

Our Thinking / Career / A transformação digital no RH

A transformação digital no RH
A transformação digital no RH
Calendar26 Julho 2018

A transformação digital no RH

O avanço da tecnologia vem provocando diversas mudanças no dia a dia das pessoas em casa, nos estudos, no trabalho e nas relações interpessoais de maneira geral. E para que você compreenda melhor a transformação digital no mundo corporativo e particularmente no RH, bem como o impacto que isso traz para a sua profissão e para a cultura organizacional, preparamos algumas informações tendências sobre o assunto.

Muito se fala em transformação digital no RH. Do que se trata efetivamente?

Antes de falar sobre as mudanças que a tecnologia trouxe para a rotina do RH, vamos discutir um pouco mais sobre o conceito da transformação digital como um todo.

De forma resumida, podemos definir a transformação digital como um processo de incorporação das novas tecnologias nas diversas estruturas organizacionais, dos mais diversos portes e segmentos, com o objetivo de melhorar o seu desempenho, alcançar melhores resultados e obter assim, um crescimento robusto e sustentável.

Dessa forma, esta transformação começa a provocar uma verdadeira revolução estrutural nas organizações, fazendo com que a aplicação dessa filosofia vá além da mera inclusão tecnológica de equipamentos e se torne uma parte essencial do dia a dia e das estratégias para o avanço da corporação.

Nesse contexto, o papel do RH passa a ser a de criar um equilíbrio adequado entre os diferentes processos, ferramentas tecnológicas e a qualidade de vida dos funcionários em seus ambientes de trabalho. Mas falaremos mais sobre esse assunto no próximo tópico!

Como essa mudança impacta o RH das empresas?

Por meio da criação de processos mais automatizados, funções ligadas a atividades como a gestão dos dados corporativos, de documentos, de folhas de pagamento e outras informações como faltas, contratações, aposentadorias, férias e benefícios, entre outras, tornam-se muito mais ágeis e práticas, eliminando ineficiências.

Além disso, a tecnologia proporciona maior flexibilidade nos horários de trabalho, com a possibilidade de realizar atividades remotamente. Além disso, a contratação de profissionais terceirizados e freelancers se torna cada vez mais comum nas organizações, o que passa a exigir do RH uma nova visão sobre as relações de trabalho.

Como preparar a equipe para essas mudanças?

Mais do que qualquer coisa, esse processo de transformação digital é feito por pessoas e para as pessoas, desencadeando uma nova forma de comunicação global em que as informações são compartilhadas cada vez mais rapidamente.

Dentro desse cenário, o departamento de RH também precisa se adaptar para se manter como o elo entre a empresa e os seus funcionários, atuando com mais eficiência e agilidade. E, a seguir, vamos destacar alguns pontos importantes para que a equipe consiga se ajustar às mudanças com mais tranquilidade:

Investimento em tecnologia

Aqui, o primeiro passo é a adaptação da própria empresa às novas tecnologias voltadas às corporações que surgem diariamente. Aqui um ponto importante que vai além da transformação digital é a transformação cultural. É necessário o compromisso da liderança para que as mudanças aconteçam na velocidade que o mercado exige.

Com isso, é necessário que os gestores avaliem detalhadamente as necessidades da companhia e invistam nas ferramentas e sistemas mais adequados ao seu estilo de negócio.

Capacitação das equipes

Uma vez que a empresa já possui o suporte tecnológico ideal, o próximo passo é capacitar os membros das equipes.

Por meio de treinamentos e workshops, os integrantes do departamento de RH poderão se preparar melhor para lidar com as mudanças e funcionar como um verdadeiro agente de transformação, liderando esta nova forma de trabalhar. .

Revisão da estratégia

Redefinir a estratégia da empresa não significa uma mudança no foco, nos valores ou até mesmo no seu ramo de atuação.

Na realidade, essa atitude indica que a companhia possui a capacidade de se adaptar às novas demandas do mercado e de sair na frente dos concorrentes para adquirir novas tecnologias que podem melhorar os processos corporativos. E o papel do RH deve ir além do seu perímetro. O exemplo da transformação digital no RH deve permear a organização para que os resultados sejam efetivos.

Quais são as tendências da transformação digital nas empresas?

Por último, mas não menos importante, vamos falar mais sobre as últimas tendências no que diz respeito às tecnologias relacionadas ao mundo corporativo e mostrar alguns exemplos práticos de como estas poderão influenciar o trabalho do RH. Confira:

Flexibilização da jornada de trabalho

Como citamos no tópico anterior sobre as mudanças trazidas pela transformação digital, as jornadas e os locais de trabalho se tornam cada vez mais flexíveis, já que boa parte dos funcionários podem realizar suas atividades de qualquer lugar, por meio de sistemas em nuvem, internet e outras ferramentas de conexão.

Como resultado, essa tendência exige a criação de novas formas para a contabilização de horas trabalhadas, sem o uso do famoso cartão de ponto.

Acesso a dados e indicadores de desempenho

Com todas as informações dos funcionários inseridas em sistemas, o RH consegue ter acesso a esses dados com mais facilidade e rapidez e pode utilizá-los como base para medir o andamento das equipes e o desempenho individual de cada funcionário, o que permite, ainda, a criação de um termômetro motivacional da empresa e atividades de aperfeiçoamento. Isso traz ao RH muita agilidade na correção de rotas e gestão de atividades que podem aumentar as taxas de retenção e engajamento dos times.

Integração entre as áreas de TI e RH

No mundo atual, a informação é o bem mais valioso de qualquer companhia. Tendo isso em vista, e considerando a utilização de bancos de dados em praticamente todos os processos da empresa, o trabalho conjunto dos departamentos de TI e de RH se torna cada vez mais necessário.

É importante que essas duas áreas atuem em conjunto e tenham acesso às mesmas informações para garantir que esses dados se mantenham organizados, atualizados e, principalmente, em segurança.

Por fim, além das mudanças e tendências que apresentamos aqui, é interessante observar que, com a redução de tempo de trabalho empregado na resolução de questões administrativas em meio a pilhas de papel, o RH passa a contar com mais horas hábeis para promover treinamentos e outras ações que incentivem o engajamento dos funcionários e a melhoria da qualidade dos relacionamentos no ambiente corporativo.

Enfim, a transformação digital do RH é um fator muito importante para que toda a organização consiga acompanhar as mudanças do mundo corporativo e continue sendo o principal elo na garantia do bom relacionamento da empresa com os seus funcionários.

E você, gostou das informações que trouxemos neste post? Então, aproveite para compartilhá-lo também com seus colegas de profissão por meio das suas redes sociais!

  Receba nossa newsletter
Cadastre-se para receber sempre os melhores conteúdos escritos por nossos especialistas. Não se preocupe, nós não enviamos Spam.
*Campo Obrigatório