Estresse e perda de produtividade

Estresse e perda de produtividade

Our Thinking / Career /

Estresse e perda de produtividade
Calendar17 Outubro 2017

Na última década, surgiram vários estudos sobre o impacto que o estresse financeiro pode trazer para o desempenho profissional das pessoas. Posso perder o emprego nos próximos meses? O salário vai durar até o final do mês? Meu nível de dívida é compatível com meus ganhos? Vou conseguir economizar algum recurso para a velhice? Essas são perguntas frequentes em nosso dia a dia e geradoras de uma angústia que pode trazer efeitos nefastos desde a queda na produtividade e o absenteísmo até doenças psicossomáticas que levem ao afastamento temporário do trabalho.

A empresa de consultoria Mercer calcula que só no mercado de trabalho dos Estados Unidos há uma perda anual de US$ 250 bilhões por conta dessas preocupações com a saúde financeira individual, o equivalente a 5% da folha de pagamentos do país. Pela pesquisa, feita com 3.000 funcionários de companhias de vários setores, a estimativa é que os colaboradores das empresas norte-americanas perdem em média 13 horas mensais buscando soluções para esse tipo de problema.

Embora o estresse financeiro não afete apenas as pessoas com rendimentos menores, é fato que o fator renda exerce forte influência na incidência do problema. Os pior remunerados tem mais preocupações de curto prazo, como a conta do cartão de crédito, enquanto os com renda superior estão preocupados com o valor das aposentadorias.

No Brasil, a Fundação Getúlio Vargas tem estudos sobre o impacto das aflições financeiras no ambiente de trabalho, embora não faça cálculos sobre as perdas. No entanto, os comportamentos dos trabalhadores são similares. Uma dissertação apresentada recentemente apontou a educação financeira como um dos possíveis antídotos. Na pesquisa, foi constatado que as pessoas com investimentos em previdência privada são menos propensas a perder dias de trabalho por estresse financeiro.

Uma proposta é que as empresas não criem apenas programas antiestresse, que só tratam os sintomas, mas proativamente ofereçam treinamentos para a vida financeira dos colaboradores.

Fonte: Jusbrasil

  Fale com a Mercer
Em breve retornaremos
*Campo Obrigatório