O conceito de trabalho evoluiu muito nos últimos anos. Pode-se dizer que foi dado um salto qualitativo de dimensões inéditas. Talvez, em nenhum período da história, se viu uma transformação tão profunda, resultado de mudanças que vem ocorrendo nas últimas décadas.

 

Nos últimos anos, as mudanças estão cada vez mais constantes e rápidas. A pandemia da Covid-19 alavancou e acelerou algumas tendências que os especialistas já vinham falando, como o trabalho remoto, o formato híbrido, a transformação digital, entre outros, que tiveram que ser implementadas do dia para a noite e vieram para ficar.

 

Um dos aspectos mais importantes deste novo e desafiador cenário é a transformação da força de trabalho. Questões como estabilidade e otimização financeira, promoção do equilíbrio da saúde mental e o investimento significativo das empresas no crescimento profissional dos colaboradores, passaram a compor a pauta das empresas que estão preocupadas em acompanhar a evolução do trabalho.

 

Nessa nova realidade, o EVP (Employee Value Proposition) passa a ser compreendido como uma maneira mais efetiva de conhecer o que são, quais são e que poder tem as recompensas intangíveis que impactam o engajamento dos colaboradores, otimizando a concretização da estratégia de RH. Para a Mercer, as empresas que atuam nessa perspectiva, colherão melhores resultados na atração de interesse de profissionais do mercado, bem como atuarão diretamente nos fatores que promovem o desejo de pertencimento de seus talentos à empresa.


  • Mas, afinal, o que é Employee Value Propostion?

    Atualmente, principalmente para as novas gerações, não basta apenas ter um emprego com um bom salário e um simples pacote de benefícios. É preciso ir além!

    É aí que entra o conceito de Employee Value Propostion (EVP) ou, em português, Proposta de Valor ao Empregado. Trata-se de um conjunto de ações que visa oferecer uma melhor experiência para o colaborador, fazendo com que este se sinta atendido em suas necessidades e, por consequência, esteja mais engajado, impactando diretamente o sucesso do negócio.

    Para isso desenhamos um pacote de benefícios personalizado, levando em conta os valores da empresa, a cultura organizacional, o que é importante para os colaboradores; tudo isso distribuído nos momentos que mais importam dessa experiência (uma jornada completa de relação estruturada para ser efetiva a todos).

  • Como definir o seu EVP?

    Antes de mais nada, um programa de EVP deve ter a identidade da empresa e expressar seus valores, traduzindo a cultura e refletindo a estratégia de atuação. Não pode ser uma solução de prateleira e genérica, afinal um tamanho não serve para todos.

    Outro aspecto importante é o engajamento do RH, dos líderes, executivos e colaboradores. Somente com a participação de todos no plano é possível alcançar um programa consistente e que realmente vai fazer a diferença.

    Por isso, é preciso questionar: o que a empresa oferece às pessoas, aos novos talentos, aos que já fazem parte da companhia, aos líderes, enfim, a todos que nela atuam? E o que esses colaboradores esperam? Que tipos de experiências eles querem vivenciar? Para avançar é preciso mudar o mindset e incluir a perspectiva do colaborador, além de ampliar a escuta ativa.

    Analise a experiência da sua equipe, escute seus colaboradores, colete feedbacks, relate situações, priorize pontos críticos da agenda, implemente soluções e ajuste constantemente o que for necessário.

  • Como reter talentos por meio do EVP?

    Todo profissional tem expectativas e ele vai valorizar a empresa que possa oferecer a melhor experiência no seu dia a dia. Oportunidades de carreira, ambiente aberto a Diversidade e Inclusão, reconhecimento pelo trabalho realizado, bom relacionamento com a liderança, excelente reputação no mercado, são aspectos que pesam no momento da escolha de ficar ou sair.

    Empresas preparadas para oferecer uma boa experiência aos seus colaboradores, têm maior capacidade de reter os talentos, diminuir a rotatividade, já que em condições mais positivas e diferenciadas, os colaboradores descartam sair da empresa e, com certeza, se dispõem a se engajar mais para gerar os resultados esperados. Estas também são as razões que tornam a empresa mais competitiva em relação à atração dos melhores talentos, especialmente os de alto desempenho.


O que um programa de EVP precisa ter para ser realmente diferenciado:


Plano de carreira

 

Benefícios flexíveis

 

Ambiente de trabalho saudável

 

Ter como parte da cultura programas de diversidade, inclusão e equidade

 

Reconhecimento do trabalho individual

 

Modelo de trabalho flexível

Como a Mercer pode ajudar sua empresa nesse desenho?

Um programa implementado com apoio de uma consultoria tem mais chances de ser efetivo e viável. A Mercer conta com consultores especializados, por meio de pesquisas e estudos desenvolvidos em todo o mundo, utilizando soluções e ferramentas altamente avançadas.   

Fale conosco

Ficou com alguma dúvida sobre esse tema ou quer saber mais sobre como atuamos nessa área? Preencha o formulário abaixo e em breve um dos nossos especialistas entrará em contato.

*Campo Obrigatório