Pesquisa de Custo de Vida 2013

Pesquisa de Custo de Vida 2013

  • 23-July-2013
  • Brasil, São Paulo
  • Luanda, na Angola, é a cidade mais cara do mundo para expatriados
  • São Paulo é a cidade mais cara da América do Sul
  • Uma xícara de café em Moscou pode custar $8,29 comparados a $1,54 em Managua, na Nicarágua
  • Um hambúrguer em Caracas pode custar $13,49 comparados a $3,62 em Calcutá 


São Paulo, 23 de julho de 2013


Embora mais cidades europeias dominem os locais mais caros do mundo para expatriados, de acordo com a mais recente Pesquisa de Custo de Vida da Mercer, várias cidades da Ásia estão entre as 10 primeiras, enquanto que Luanda ocupa a primeira posição (veja Figura 1).

 

A Pesquisa 2013 de Custo de Vida da Mercer é a mais abrangente do mundo e desenvolvida para auxiliar empresas multinacionais e governos a definirem os subsídios aos seus funcionários expatriados. A cidade de Nova York é usada como base e serve de comparação para todas as outras. Os movimentos cambiais são medidos em relação ao dólar americano (USD).

 

A pesquisa abrange 214 cidades em cinco continentes e mede o custo comparativo de mais de 200 itens em cada local, incluindo moradia, transporte, alimentação, vestuário, utilidades domésticas e entretenimento.

 

A diferença de custo para esses itens pode ser dramática. Por exemplo, o custo de uma xícara de café em Managua, na Nicarágua, é de $1,54 comparados a $8,29 em Moscou; um hambúrguer custa $3,62 em Calcutá, na Índia, contra $13,49 em Caracas, e uma entrada de cinema custa $5,91 em Joanesburgo comparados a $20,10 em Londres. Esses são apenas alguns exemplos das várias comparações encontradas no relatório completo da Mercer, que auxilia as empresas na definição de subsídios de custo de vida e outros para expatriados.

 

A Mercer produz relatórios individuais de custo de vida e de custo de aluguel residencial para cada cidade pesquisada. Para detalhes ou para adquirir a lista completa de classificação das cidades, visite www.mercer.com/col

 

O custo de moradia do expatriado é frequentemente a maior despesa para as empresas e desempenha um papel importante na determinação da posição na classificação das cidades. A capital russa, Moscou, segue Luanda como a segunda cidade mais cara devido aos altos custos do aluguel residencial e produtos e serviços importados normalmente adquiridos por expatriados. O aluguel de um apartamento de luxo de dois quartos sem mobília custa $4.600 por mês ou 14 vezes mais do que em Carachi. Completando as cinco primeiras cidades mais caras para expatriados, que também possuem alto custo com aluguel, estão Tóquio, a cidade Jamena, da República do Chade, e Cingapura.

 

“Acontecimentos mundiais recentes, incluindo crises econômicas e políticas, que resultaram em flutuações cambiais, inflação do preço de produtos e serviços e volatilidade nos preços de moradia impactaram nessas cidades tornando-as caras,” comentou Barb Marder, Senior Partner e Líder da Área de Mobilidade Global da Mercer. “Apesar de ser um dos maiores produtores de petróleo da África, a Angola é um país relativamente pobre, embora caro para expatriados uma vez que produtos importados podem ser bem custosos. Além disso, encontrar acomodações seguras que atendem aos padrões de estrangeiros pode ser difícil e muito caro.”

 

As outras cidades que aparecem na lista da Mercer como as 10 primeiras mais caras são Hong Kong, Genebra, Berna e Zurique.

 

De acordo com a Sra. Marder, “Uma pesquisa recente de mobilidade global mostra que todos os diferentes tipos de transferências internacionais estão em ascensão. Dado o número crescente de viajantes a negócios, “commuters” globais e expatriados de longo prazo, as empresas estão atentas sobre o custo de vida para transferências internacionais em diferentes cidades ao redor do mundo. As organizações precisam avaliar o impacto das flutuações cambiais, inflação e instabilidade política quando enviam funcionários em transferências internacionais, garantindo que podem facilitar os movimentos necessários para conduzir os resultados do negócio, oferecendo pacotes de remuneração justos e competitivos.”.

 

As flutuações cambiais e o impacto da inflação em produtos e serviços afetaram o custo dos programas de expatriados, assim como a classificação das cidades.

 

Nas Américas, as cidades da América do Sul são os locais mais caros para expatriados, tendo São Paulo (19) como a mais cara. São José, Costa Rica, (126) e a Cidade do México (138) são as mais caras da América Central e do México. Vancouver (64) é a cidade do Canadá que ocupa a posição mais alta no ranking.

 

Entre as cidades da América do Sul, algumas caíram no ranking, como resultado do enfraquecimento das moedas locais em relação ao dólar dos EUA, como as cidades brasileiras, ao passo que outras subiram como resultado da alta da inflação em produtos e serviços e aluguel. Nova York, a cidade-base do ranking de Custo de Vida da Mercer, é a cidade mais cara dos Estados Unidos.


"No geral, as cidades dos Estados Unidos permaneceram estáveis no ranking ou caíram ligeiramente, devido ao movimento do dólar americano contra a maioria das moedas em todo o mundo", explicou a Sra. Constantin-Métral. "Embora várias cidades, incluindo Nova York, tenham subido no ranking devido a um aumento no mercado de aluguel residencial."

 

As cidades canadenses, no geral, desceram no ranking este ano, como resultado de uma ligeira queda do dólar canadense em relação ao americano, e porque os preços de produtos e serviços aumentaram em um ritmo menor do que em Nova York.

Quatro cidades europeias estão entre as 10 mais caras apesar dos aumentos moderados de preço na maioria dos países da Europa. A Suíça permanece como um dos locais mais caros para expatriados apesar dos preços de moradia terem diminuído ou estabilizado e de um franco Suíço forte.

 

"O custo de vida em cidades de todas as partes da Europa, em geral, subiram no ranking, como resultado do ligeiro fortalecimento das moedas locais em relação ao dólar dos EUA, enquanto que na Ásia cerca de metade das cidades caiu no ranking - Japão especialmente - devido ao enfraquecimento das moedas locais em relação ao dólar americano", disse Nathalie Constantin-Métral, diretora da Mercer responsável pela compilação do ranking da pesquisa.

Algumas cidades africanas ficaram no topo do ranking da pesquisa de 2013 da Mercer, refletindo altos custos de vida para funcionários expatriados.
 

-Fim-

 

Notas para editores

Importante: As 10 primeiras cidades da lista podem ser reproduzidas em uma tabela. Os números para a comparação de custo de vida e de aluguel residencial feita pela Mercer estão baseados em pesquisa realizada em março de 2013. As taxas de câmbio de março de 2013 e a cesta básica internacional de produtos e serviços da Mercer foram usadas como referências básicas.
 
As informações são utilizadas por governos e grandes empresas para proteger o poder de compra de seus funcionários quando transferidos para o exterior. Os dados sobre custos de aluguel residencial são usados para avaliar as ajudas de custo de moradia para expatriados. A escolha das cidades pesquisadas baseia-se na demanda de informações por empresas e organizações governamentais.

 

A Mercer é uma consultoria líder mundial em talento, saúde, previdência e investimentos. A Mercer auxilia os clientes em todo o mundo a promover a saúde, o patrimônio e o desempenho de seus ativos mais importantes – as pessoas. Os 20.000 empregados da Mercer estão localizados em mais de 40 países. A Mercer é uma subsidiária integral da Marsh & McLennan Companies (NYSE: MMC), um time global de empresas de serviços profissionais fornecendo consultoria e soluções a clientes nas áreas de risco, estratégia e capital humano. Com 53.000 empregados em todo o mundo e receita anual superior a $11 bilhões, a Marsh & McLennan Companies também é a controladora da Marsh, líder mundial em corretagem de seguros e gerenciamento de riscos, Guy Carpenter, líder mundial em serviços de risco e mediação de resseguro; e Oliver Wyman, líder mundial em consultoria de gestão. Para mais informações, visite www.mercer.com. Siga a Mercer no Twitter @MercerInsights.

 

A Mercer também fornece consultoria e informações de mercado sobre gestão de remuneração internacional e de expatriados, e trabalha com empresas multinacionais e governos em todo o mundo. Mantém uma das mais completas bases de dados sobre políticas de transferências internacionais, práticas de remuneração e dados sobre custo de vida, moradia, e subsídios de hardship (locais com qualidade de vida muito diferente do país de origem) do mundo. Seus fóruns de mobilidade global apresentam as últimas tendências e pesquisas sobre questões de mobilidade. Siga as atividades de mobilidade da Mercer no Twitter @MercerMobility.

 

Figura 1: As 10 Primeiras Cidades Mais Caras para Expatriados

Ranking de março de 2013

Cidade

País

2013

1

LUANDA

Angola

2

MOSCOU

Rússia

3

TÓQUIO

Japão

4

JAMENA

Chade

5

CINGAPURA

Cingapura

6

HONG KONG

Hong Kong

7

GENEBRA

Suíça

8

ZURIQUE

Suíça

9

BERNA

Suíça

9

SIDNEY

Austrália

 

Fonte: Pesquisa 2013 de Custo de Vida da Mercer

 

 

Figura 2: Comparações de custo de vida – cidades selecionadas em 2013 – USD
(compras em estabelecimentos de preço médio)

 

LUANDA

MOSCOW

TÓQUIO

JAMENA

CINGAPURA

HONG KONG

GENEBRA

ZURIQUE

BERNA

SIDNEY

Aluguel de um apartamento de luxo de dois dormitórios (por mês)

6.500,00

4.600,00

4.513,34

NA

3.794,94

7.091,69

4.349,74

3.914,77

2686.51

2551.42

Aluguel de uma casa de luxo de três dormitórios (por mês)

15000,00

8000,00

7199,86

2244,62

7266,91

13538,68

7068,33

5980,89

NA

5163,64

Cinema, lançamento internacional, 1 assento

10,42

11,60

19,34

NA

9,28

11,60

18,48

20,66

18,95

19,62

Calça jeans

204,41

169,13

135,40

NA

129,11

115,92

141,26

141,26

138,00

113,55

1 edição de jornal diário internacional

5,42

9,95

5,37

6,94

3,63

3,87

4,35

4,35

4,35

6,20

1 xícara de café, incluindo serviço

3,88

8,29

6,98

3,06

4,84

5,67

6,52

5,98

4,68

5,16

Hambúrguer

20,06*

6,47

7,31

25,51*

5,61

3,54

12,51

12,51

12,51

9,2

Um litro de gasolina sem chumbo de 95 octanas

0,63

1,04

1,74

0,98

1,76

2,23

2,02

2,02

2,02

1,51

Leite, leite integral pasteurizado, acima de 2,5% de gordura (1l / 33,8 oz)

3,18

7,59

3,05

2,75

2,62

3,12

1,74

1,74

1,74

2,67

1 litro de refrigerante

2,14

1,77

1,92

1,63

1,13

1,02

1,60

1,60

1,60

2,15

*Em Luanda e Jamena, esta categoria foi substituída por um sanduíche e um refrigerante na ausência de lojas de fast food comparáveis-


Fonte: Pesquisa de Custo de Vida de 2013 da Mercer

 

 

 

INFORMAÇÕES PARA CONTATO